"Este artigo é um puta esboço de merda, porra! Ajude-o
editando essa bosta, ou eu vou puxar teu pé, caralho!


Va-a-merda-porra Alborghetti.gif Este artigo pretende ser ofensivo!

Se você não se sentiu ofendido, edite-o até se ofender.

E se se sentiu ofendido, VÁ A MERDA, PORRA!!!

Cquote1.svg Que vergonha, meu Deus, que vergonha! Cquote2.svg
Professor Girafales sobre FEMEC

Cquote1.svg Não transborda! KISS! Cquote2.svg
Prof. Elias Maluco sobre esse artigo
Cquote1.svg É verdade mas os caras não admitem que nós somos os primeiros... Cquote2.svg
Joao Carlos em uma de suas aulas de introdução
Cquote1.svg É moçada, chorar não vai adiantar né? Cquote2.svg
Roberto (desenho FDP técnico) em uma de suas fantásticas aulas

Cquote1.svg Eu vô colocá uma citação aqui que ocês, O QUÊ, num vai nem mexê! Cquote2.svg
Ricardão sobre Artigo da FEMEC

Cquote1.svg A vida é cheia de emoções Cquote2.svg
frase tradicional do Ribeiro

Cquote1.svg Toma cuidado, senão vai dá "Matriquix dimenxions must agrí!" Cquote2.svg
frase tradicional do Ribeiro

Cquote1.svg Entendeu, OREIA?! Cquote2.svg
Ribeiro sobre simular um pêndulo bifilar em quada livre na água do mar à 58.3ºC

Cquote1.svg Você traiu o movimento relativo de rotação em relação ao sistema de referência móvel, véio Cquote2.svg
Dado Dolabella discutindo com professor de cinemática

Cquote1.svg ZZZZzzzzZZZZzzzzzzzzzzZZZzzzz... Cquote2.svg
Prof. Edsoneca sobre aula do sono de Introdução à Engenharia

Eis os melhores alunos e os mais machos da FEMEC

Na metade do século XXI o progresso, lentamente diga-se de passagem, veio a carroça para a cidade de Uberlândia, e com ele a necessidade de profissionais qualificados e antenados aos novos anseios do mercado. A FEMEC (abreviatura de Faculdade Espírita de Machos e CDF's) foi criada justamente neste contexto histórico para suprimir a necessedida de um tipo profissional importantíssomo para o avanço do progresso na que seria a futura capital Estado do Triângulo Mineiro: o borracheiro.


HistóriaEditar

Em meados 1764, Chico Chavier, em uma de suas dissertações pscicográficas, recebeu uma mesnsagem do além que o incubira da tarefa de se juntar a mãe Diná e juntos fundarem a primeria Faculdade Espírita do Estado do Triângulo Mineiro, do Brasil, do Mundo, e porque não, de todo o Sistema Solar. Assim em 13 de maio 1889, uma ano após abolição da escravatura no Brasil, foi fundada a FEMEC, que já possuía desde o início em seu plantel uma equipe de renomados professores, tais como Clápis, Ricardão, Rade além de Chico e Mãe Diná, é claro. Desde o princípio os alunos da FEMEC se destacavam do restante dos alunos do Brasil pela sua capacidade de pscicografarem a resolução de provas que pelos métodos ortodoxos tradicionais são impossíveis de serem resolvidas, sobretudo as da Mãe Diná e as do Ricardão.